Ponto V!

Home Game Design Classificação dos jogos Outros gêneros, variações e jogos importantes
Vinícius Godoy de Mendonça
Outros gêneros, variações e jogos importantesImprimir
Escrito por Vinícius Godoy de Mendonça

Embora os gêneros vistos anteriormente sejam os mais representativos, eles não conseguem englobar todos os jogos. Quem já visitou sites de jogos deve estar sentido falta de gêneros como “arcade”, “simuladores de pessoas”, “god games” ou mesmo se perguntando onde “the sims” deve ser enquadrado. Por que esses termos não foram citados aqui? Basicamente, por que há grande divergência sobre o seu significado ou porque não representam um gênero em si, mas sim uma variação importante que pode ser aplicada a vários gêneros.

Os tópicos à seguir são uma breve introdução sobre algumas outras categorias de jogos comumente encontradas não citadas nos artigos anteriores.

Arcade games

Donkey Kong em sua versão ArcadeO gênero arcade contém jogos que eram operados em máquinas de fliperama, daquelas encontradas em bares e shopping centers. Entretanto, em muitos sites de jogos, o termo se refere simplesmente a títulos que “lembram” jogos desse tipo. A maior parte desses jogos pode ser categorizada num dos gêneros anteriores, é o caso dos jogos de ação como Pacman, Galaga, Street Fighter, Mortal Kombat e de simuladores de corridas, jet ski e skate. Além disso, jogos de pinball, mesmo que feitos exclusivamente para computador, também são categorizados nesse gênero.

Side Scroller / Vertical Scroller 

São geralmente jogos de ação, onde a tela se desloca verticalmente ou horizontalmente. Diversos jogos de avião e nave antigos, tais como River Raid, foram desenhados nesse estilo. No deslocamento horizontal, vale citar os famosos Super Mario Bros. e Sonic. Construir um side scroller é uma ótima forma de aprendizado, um exemplo disso é o jogo JMario, desenvolvido em Java pelo estudante David Buzatto para sua graduação e agora disponível como código livre.

God games

 Um deus, o seu povo e seu Avatar em Black&White 2God Games, ou “jogos de Deus”, é uma variação do gênero de estratégia. A diferença, entretanto, está no fato das entidades do jogo serem autônomas, ou seja, o jogador não comanda diretamente as pessoas do jogo, só o seu ambiente. O jogador então interfere no mundo virtual como se fosse Deus, dando ordens, alterando eventos ou produzindo desastres. O termo, entretanto, tem caído em desuso por ser um tanto subjetivo “O quão autônomo devem ser as entidades virtuais para se categorizar um God Game?”. São comuns alegações de que jogos desse sub-gênero tem objetivos mais abertos, embora esse não seja o caso de Black&White.

Exemplos de jogos categorizados nesse subgênero são Black&White, Populous e Sim City. Alguns sites também incluem The Sims e Second Life nessa categoria.

 

Brinquedos/Bichinhos virtuais (Virtual Toys/Pets)

Esse tipo de jogo tenta trazer a experiência de cuidar de um bichinho de estimação ou de brincar brinquedos para o video-game. Os jogos permitem ao jogador escolher os seus objetivos, dando grande liberdade de escolha. São grande exemplos do gênero o Tomagoshi e o The Sims.

Simuladores de Pessoas

Confusão dentro de casa, em The Sims 2! As lojas tem categorizado jogos com The Sims e Second Life como simuladores de pessoas. O fato é que eles realmente estão inaugurando um gênero novo mas, pela falta de títulos ainda disponíveis no mercado, ainda não se pode definir exatamente quais são os elementos que constituem e agradam fãs do gênero. O que se sabe é que são jogos de objetivo amplo, onde a interação social é um ponto importante. Por isso, o cenário também desempenha um papel interessante no jogo, afinal, os personagens, virtuais ou não, associam o cenário ao status do jogador e isso constitui uma importante interação social. A fuga da realidade também é apontada como uma das principais motivações para esse tipo de jogo.

Uma característica interessante é que é um dos gêneros capazes de atrair grande público feminino.

Jogos multi-player e MMOs

São jogos em que dois ou mais jogadores interagem através de uma rede. Alguns tipos de jogos permitem que centenas de jogadores se divirtam em massa. São os chamados Massive Multiplayer Online games, ou simplesmente MMOs, sendo o gênero mais comum o de RPG (MMORPG). A interação pela rede é um elemento muito importante, que trouxe grande fôlego para os mercados de jogos de ação (shooters), de estratégia em tempo real e aos RPGs. Graças a eles, foi criada uma forma de negócio nova, a lan house.

Fogos de fim de ano em Perfect WorldOs jogos MMOs também alteraram totalmente o modelo de negócios de venda de jogos. Como os jogadores pagam uma mensalidade, o jogo passa a ser encarado como um serviço de entretenimento e deve se manter constantemente atualizado e balanceado. Outra forma de comercialização comum nesses games é a distribuição do jogo de graça, mas a venda de itens exclusivos através de dinheiro real. A maior parte dos jogos chineses segue esse modelo, como é o caso de Perfect World e, mais recentemente, do jogo americano Eberron.

Um grande exemplo de multiplayer são os jogos Counter Strike e Age of Empires, presentes em praticamente todas as lan houses. No caso dos MMOs, Second Life e World of Warcraft são dois dos grandes representantes do gênero. Jogos desse tipo estão atualmente entre os de maior faturamento da indústria. Para se ter uma idéia, World of Warcraft já superou a marca de 10 milhões de assinantes, cada um pagando 30 dólares por mês.

Jogos educacionais

Aprendendo o nome dos planetas em O Patrulheiro das Galaxias, do grupo Positivo. São jogos em que o foco está em levar aprendizado ao jogador. É muito difícil projetar um jogo que seja ao mesmo tempo divertido e educacional. É importante manter em mente que um requisito básico de um jogo é levar entretenimento ao jogador, um aspecto que muitos títulos desse gênero falham. Muitos títulos dessa categoria são focados exclusivamente no público infantil.

Alguns jogos tentam despertar o interesse do jogador por um tema, mas não necessariamente educa-lo. A educação viria como consequência da curiosidade e seria buscada pelo próprio jogador, para que se sinta mais ambientado com o mundo do jogo. Alguns jogos de guerra e RPGs já demonstraram ter essa capacidade. No caso do RPG, a presença do estilo em livros, fora do computador, desperta também o interesse dos jovens pela leitura, escrita e interação social.

Seriam esses os jogos educativos de jovens e adultos? Há controvérsias, tanto que geralmente jogos desse tipo não são citados como educativos. Entretanto, não podemos desprezar o fato de que jogos são um grande motivador e muitos jogadores efetivamente tentam educar-se no ambiente ao redor do jogo.

No Brasil, o Grupo Positivo é um dos principais fabricantes e distribuidores de jogos educacionais. Entretanto, o modelo de vendas de jogos de prateleira foi abandonado. Hoje o grupo se concentra em jogos por encomenda, jogos para seus hardwares educacionais e traduções de jogos.

Jogos adultos

Sensualidade, erotismo e pornografia no estilo japonês Black Bible. São jogos com temas eróticos ou pornográficos. Como todo material pornográfico, são focados em público masculino e priorizam o aspecto gráfico sobre o conteúdo. Muitos jogos adotam também desenho japonês, como Bible Black, uma variação do gênero conhecida como Eroge. Embora isso seja um fato raro, o jogo Playboy: The Mansion esteve recentemente em prateleiras dos principais pontos de venda.

Os jogos japoneses praticamente dominam o mercado de jogos dessa categoria, com jogos de alta qualidade. Há também versões em online em massa desse gênero, ganhando adeptos no mundo todo.

Entretanto, a maior parte dos jogos são jogos simples, como jogos de carta, ou jogos que apenas mostram fotos eróticas. Também é possível encontrar alguns sites com textos interativos, mas certamente esse é um mercado ainda pouco explorado pela indústria.

Jogos de cartas

Magic - The Gathering: Jogo de cartas online Jogos de cartas, tais como paciência, poker e Magic também estão fortemente presentes no mercado. Os jogos usando o baralho tradicional está entre o gênero preferido do público maior de 40 anos. Esses jogos também tem versões online, muitas delas contendo conteúdo que vai além das cartas, é o caso de jogos como Legend of Norrath, integrado com um jogo online de ação e Star Gate Online, baseado num seriado popular.

Embora não pareça, esses jogos movimentam boa parte da indústria, principalmente com os jogos mais tradicionais, como poker e bridge. Há o interessante de um público mais velho e pagante, incluindo muitas vezes o idosos.

Basta citar que é raro não encontrar alguém que não jogue Paciência ou FreeCell, presentes em qualquer distribuição do Windows, mesmo sendo adulto.

Conclusões finais

Nessa série de artigos, falamos sobre dezenas de tipos de jogos. É importante ressaltar que esses estereótipos são apenas um guia. Dificilmente um jogo será enquadrado apenas num gênero, e a combinação de elementos tem se tornado cada vez mais comum. Entretanto, reconhecer esses tipos ajuda a também entender o jogador que existe por trás de cada um desses jogos, e evitar fatores de frustração. Por exemplo, um jogador de RPG provavelmente se sentirá frustrado num jogo com muita adrenalina, como um shooter. Da mesma forma, longos diálogos e história frustrarão o jogador que só quer apontar sua arma e retalhar qualquer coisa que se mova.

Por isso, passe a jogar seus próximos jogos com mais atenção a partir de agora. Comece a reconhecer em cada um deles, onde os elementos citados nesses artigos se enquadraram. Isso ajudará você a compor os próprios jogos que irá desenvolver no futuro.


Comentários (2)
Escrever um comentário
Your Contact Details:
Gravatar enabled
Comentário:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
:angry::0:confused::cheer:B):evil::silly::dry::lol::kiss::D:pinch::(:shock:
:X:side::):P:unsure::woohoo::huh::whistle:;):S:!::?::idea::arrow:
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
LAST_UPDATED2  

Busca

Linguagens

Twitter