Ponto V!

Home Game Design Game Music História da game music – Parte I
Camila Schäfer
História da game music – Parte IImprimir
Escrito por Camila Schäfer

Olá pessoal!
Hoje começo uma série em seis partes sobre a história da game music. Resolvi dividir assim para não cansar a leitura.
Gostaria de avisar que o texto foi baseado em pesquisas e em informações confirmadas e não apenas em dados da internet, que muitas vezes são de fontes pouco confiáveis..

O início

Os primeiros jogos de videogame eram muito pobres em recursos tecnológicos. A maioria era apenas experimentos eletrônicos que testavam a possibilidade de interatividade televisiva. Nenhum deles possuía áudio.

Em 1958, o engenheiro William Higinbotham moldou um tipo de jogo de tênis bruto em um osciloscópio (instrumento destinado à visualização e caracterização de sinais elétricos, principalmente tensões elétricas (ou diferenças de potencial). O monitor é constituído por um ponto que periodicamente "varre" a tela da esquerda para a direita). Chamado de Tennis for Two, é considerado o primeiro "truque" de um sistema de computador.

Tennis for Two

Em 30 de julho de 1961, um grupo de estudantes do Massachusetts Institute of Technology (MIT) testou pela primeira vez Spacewar!, um jogo eletrônico desenvolvido em um enorme computador que custava milhares de dólares. No entanto, tanto o game de 58 quanto o de 61 eram mudos.

Space War

O áudio começa a chamar a atenção

Na década de 70, os jogos eletrônicos começavam a chamar a atenção das pessoas e o som passou a ser utilizado como recurso para gerar mais interesse nos jogadores. O áudio era armazenado em suportes físicos, como fitas cassetes e discos de vinil. Porém, estes suportes eram muito frágeis e caros para serem usados em máquinas de árcade, segundo Lucas Meneguette.

Em 1972 foi lançado o primeiro console doméstico, o Odyssey (Magnavox), nos Estados Unidos. O sistema era totalmente analógico e não possuía som. Alguns meses depois, Nolan Bushnell e Ted Dabney lançaram Pong, instalado num console ligado a um monitor e movido a moedas. Hoje se sabe que o game é uma cópia do jogo de tênis do Magnavox Odissey em uma versão transformada para fliperama. Pong foi um dos primeiros jogos a contar com áudio. O som se reduzia a um mero "blip" que acompanhava cada batida da bola nas raquetes (dois retângulos). Os criadores queriam colocar sons de multidão, aplausos e vaias, mas o sistema era muito limitado. No final das contas eles acabaram utilizando os sons da máquina.

Segundo Karen Collins, autora do livro Game Sound: an introduction to the history, theory, and practice of Video Game Music and Sound Design, o jogo foi, de certa forma, responsável pela popularização da música em jogos.

Magnavox - Odyssey Pong

Na próxima coluna vocês irão conferir a busca pelo som perfeito nos videogames e o surgimento do primeiro álbum com uma música de videogame.


Comentários (0)
Escrever um comentário
Your Contact Details:
Gravatar enabled
Comentário:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
:angry::0:confused::cheer:B):evil::silly::dry::lol::kiss::D:pinch::(:shock:
:X:side::):P:unsure::woohoo::huh::whistle:;):S:!::?::idea::arrow:
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
LAST_UPDATED2  

Busca

Linguagens

Twitter