Ponto V!

Home Ethanon Introdução ao Desenvolvimento de Jogos 2D com Ethanon
André Santee
Introdução ao Desenvolvimento de Jogos 2D com EthanonImprimir
Escrito por André Santee

Este é o primeiro texto de um curso que introduz o leitor, de maneira didática e com auxilio de material em video, ao desenvolvimento de games com Ethanon Engine. Descrevendo passo a passo a criação de um protótipo de game completo, detalhando cada etapa deste processo, com ênfase na teoria e prática.

Prefácio

Este é o primeiro material mais extenso que escrevo em português sobre Ethanon Engine. Anos depois da última vez que me sentei para escrever algum material mais didático sobre desenvolvimento de jogos. Até então tenho me dedicado somente ao design e programação de games.

Apesar de meu interesse estar invariavelmente focado na programação gráfica aliada ao game design em geral, ensinar outras pessoas sobre as "coisas relacionadas ao desenvolvimento de jogos" sempre fez parte da minha carreira de desenvolvedor de games.

Desde meus primeiros passos no mundo da programação, dedicava horas para iniciar comunidades, escrever tutoriais, artigos e exemplos para publicar em sites que eu mesmo criava, proliferar minhas descobertas e mostrar aos outros o que eles também podem fazer. Quando material em português sobre o assunto era praticamente inexistente.

Por volta dos anos de 2002 e 2003 fui convidado a ajudar a construir o que se tornou a UniDev, com a proposta de centralizar uma comunidade de interessados em desenvolvimento de jogos e vender cursos online. Foi quando comecei a escrever o material para o primeiro curso do site, que abordaria C++ num nível muito básico até apresentar conceitos mais avançados da programação gráfica 3D com a Direct3D. O curso ganhou dimensões acima do que se esperava e, em 2004, foi publicado em livro, Programação de Jogos com C++ e DirectX, pela Editora Novatec.

De alguns anos para cá, eventualmente surgem convites para ministrar minicursos e palestras sobre o Ethanon Engine e desenvolvimento de games em geral. Isso sempre manteve minha afinidade com o ensino da prática em dia. E é quando surge a oportunidade de publicar um material online para quem mais quiser aprender a desenvolver jogos com o engine.

Este curso é o resultado de dezenas de minicursos e palestras sobre o Ethanon Engine, onde tive a oportunidade de experimentar diferentes maneiras de ensinar as mesmas coisas, descobrindo empiricamente o que dá certo e o que não dá. E depois de algum tempo, fui vendo que, mesmo sem um planejamento fixo, as aulas acabavam tomando um rumo semelhante em todas as turmas em que eu lecionava. O curso de Ethanon Engine estava evoluindo e tomando uma forma mais concreta.

Apesar da comodidade de um curso presencial ao vivo onde o professor está lá para responder às perguntas e resolver os problemas no exato momento em que eles surgem, eu sentia falta de uma formalização deste material, onde as boas práticas são apresentadas de uma maneira assertiva e direta, por escrito, de modo que incentive o aluno a exercer sua proatividade, algo que eu sempre defendi ser fundamental na formação de qualquer bom programador.

Entre as vantagens do se acompanhar um material escrito ao invés de uma aula presencial, está a possibilidade de digerir e processar cada novo ensinamento com calma, cada um a seu ritmo, tendo tempo para testar experimentos em cima do que acabou de ser aprendido, e a comodidade de poder pesquisar mais sobre determinado conceito ou termo empregado no texto quando o aluno achar necessário ou conveniente.

Dito isso, este curso tem como objetivo apresentar os conceitos basicos do desenvolvimento de jogos colocando isso num pequeno protótipo de game de tiro espacial. Apesar de se basear num engine específico, espera-se que com este conteúdo o aluno tenha o potencial de aplicar esta teoria em outras ferramentas, pois a lógica é sempre a mesma.

Introdução

Muita coisa tem mudado no mundo dos jogos nos últimos anos. Aliás, não importa quando você esteja lendo este parágrafo, esta frase será sempre atual. Alguns jogos ficaram mais realistas, outros retomaram características clássicas da era dos arcades e, dentre estes, muitos tem se expandido através dos consoles e novas plataformas, portáteis ou não.

O que chama a atenção nessa expansão é que, de alguma forma, enquanto nos PC's e consoles mais poderosos os jogos considerados blockbusters tendem a buscar um nível de realismo, muitas das técnicas de programação e linguagens de gameplay que foram utilizadas nos consoles clássicos, como o NES, SNES, Mega Drive (Genesis) voltam com muita força.

Tamanha é a relevância deste resgate de valores estéticos de jogos clássicos, que começam a surgir muitos da chamada próxima geração de games 2D (nextgen 2D games) até nas plataformas mais avançadas como consoles e highend desktops.

Nostalgia ou estética?

Além do óbvio, é necessário refletir se o momento da volta dos jogos 2D estaria relacionado a aspectos de nostalgia ou estética. Relançamentos de clássicos da Nintendo como o Super Mario Bros. 3 e The Legend of Zelda a Link to the Past tiveram boas vendas e crítica no Wii, Castlevania: Harmony of Despair, que não é um simples relançamento, mas reaproveita toda a arte e o estilo dos jogos anteriores, também foi um grande sucesso. Isso se deve à sensação de nostalgia que esses games despertaram.

Imagem do jogo Super Mario Imagem do jogo The Legend of Zelda: A link to the past

Contudo, de um outro lado temos Kirby's Epic Yarn, World of Goo, Braid, Limbo e dezenas de outros títulos que fazem uso de ideias e tecnologias novas mas conservam padrões de uso e leituras do espaço dos clássicos 2D. Isso é estética. Tanto a indústria como os jogadores já se deram conta de que 2D não é uma limitação técnica dos jogos antigos, mas sim um estilo de game.

Imagem do jogo Castlevania: Harmony of Despair Imagem do jogo Kirby's Epic Yarn

O 2D não é mais tratado como uma limitação técnica, pois da mesma forma que o hardware evoluiu e transformou a experiência do jogo 3D, essas técnicas podem também ser aplicadas nas duas dimensões. Como neste caso a prioridade não é o realismo, podemos utilizar os shaders e a aceleração da GPU para criar efeitos visuais de luz, sombra, água, partículas e o que mais a criatividade do programador permitir.

Entrando no desenvolvimento de games

Para começar os estudos no desenvolvimento de games, recomenda-se partir primeiramente de leituras de cena 2D, onde todos os principais conceitos na lógica de programação de jogos estão presentes, porém para facilitar, não temos que nos preocupar com um eixo Z para confundir a cabeça de quem está começando.

Este curso vai pressupor que o aluno já possui algum conhecimento, mesmo que básico, em lógica da programação, já estando familiarizado com estruturas lógicas básicas como condicionais, laços, funções, etc. Experiência com Java, C/C++ ou C#, assim como orientação a objetos também é bem vinda, mas não indispensável. Nosso objetivo é ensinar a lógica da programação de jogos utilizando como base um engine de alto nível, gratuito e opensource já utilizado atualmente no mercado, focado em jogos 2D que utilizam o poder da hardware gráfico atual, e com a possibilidade de rodar os games em diversas plataformas, desde desktop até portáteis.

Também, com este conhecimento adquirido, o leitor poderá migrar facilmente para outras linguagens e ferramentas. Além de poder aprender técnicas novas com mais facilidade por estar ciente das etapas que cada processo requer.

Espero que o leitor deste curso aproveite tudo que ele tem a ensinar, e se sinta encorajado a fazer suas próprias experimentações, movidas principalmente pela curiosidade e necessidade pessoal.

Boa jornada a todos!


Download do material para o curso:

O material base para acompanhar o curso:

Demais links para download de arquivos importantes serão listados no decorrer do material.


Comentários (5)
  • Elinaldo Jr  - Ótima iniciativa
    avatar

    Muito bom saber que vai ter um curso desses por aqui, já acompanho o canal do Santee no youtube a algum tempo e gosto muito. Já estou na expectativa pelos próximos posts.

  • Wallace Souza  - Show!
    avatar

    No aguardo de mais material. Uma vez mexi com a Ethanon mas o máximo que fiz foi uma nave que ia para todos os lados e soltava dois fogos, um em cada turbina.

    Tinha que ler muita coisa da documentação oficial. Ter um material mais direto e em português para começar facilita bastante. Pelo pouco que mexi achei uma ferramenta bastante poderosa.

    Valeu pessoal.

  • Anônimo
    avatar

    vlw cara estarei acompanhando!!! :lol:

  • Anônimo
    avatar

    Muito bacana... no aguardo de mais publicações.

  • Mauricio  - Muito bom
    avatar

    Mau posso esperar pela sua proxima aula

Escrever um comentário
Your Contact Details:
Gravatar enabled
Comentário:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
:angry::0:confused::cheer:B):evil::silly::dry::lol::kiss::D:pinch::(:shock:
:X:side::):P:unsure::woohoo::huh::whistle:;):S:!::?::idea::arrow:
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
LAST_UPDATED2  

Busca

Linguagens

Twitter